sexta-feira, 23 de julho de 2010

Algumas vezes...

Acordamos, de olhos ainda fechados não pensamos em nada... Só em algo do tipo: Preciso abrir os olhos... E ao abrirmos tudo vem como uma onda, dependendo de alguns fatores como tempo de sono, o que aconteceu antes do início do sono...

Como cada cidadão tem suas tarefas diárias, às vezes não gostaria de ter as minhas... Poucos de nós temos a liberdade de fazer o que nos manda o instinto desde quando demos o primeiro choro, tentando justificar tal choro um certo alguém, Shakespeare, julgou ser por chegarmos a este "cenário de dementes". O que concordo em parte. Fica pra um próximo...

Todos os dias acordamos refletindo nossos sentimentos mais profundos, e durante o dia camuflamos uma boa parte disso. Um certo bloqueio automático.

Mas durante o dia alguns sorrisos, tornar-se atento às pequenas coisas que são sempre as mais valiosas, isso nos faz mudar um pouco. E o dia muda.

Abraço a Todos!

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução