terça-feira, 5 de outubro de 2010

Pétalas

 Largando ao largo as pétalas
Sentindo pavor de tê-las
Sabendo o significado delas
Não quer estar com elas

 Espinhoso, o caule se manifesta
Mostra que até chegar a elas
Precisa sangrar e ver-se derramar
O que circula desde o princípio
Pra que a vida gire em seu torno


Não a de outrem, mas só a tua
Até que te derrames outrora
Conhecendo-te, diria não tenha cedo
Pétalas se machucam fácil
Caule, espinhos, sangue, folhas e daí então as pétalas.

Um comentário:

Ana SS disse...

Pétalas são excessos. De beleza.

Seguidores

Tradução