sábado, 20 de novembro de 2010

Iandê

O que faz comigo
Ninguém consegue
Quando passo mal
Ninguém me segue

Invoca em mim sentimento nato
Amor que tinha de mãe e pai
Parto de minha mãe e à ti entrego
Como o andarilho que não sabe onde vai

Que me faz correr floresta à dentro
Seguindo instintos natos
Distância que só se vê
Pressionando os olhos contra o mato

Sem norte, toma como guia o coração
Que mostra o caminho
Longe dos perigos
E coragem pra ir sozinho


*Iandê = Tupi Guarani: Você.

2 comentários:

Seguidores

Tradução