segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Onde estive... E onde hoje amou

Do silêncio, ao grito... De volta ao escrito!



Fiz de muitas meu trajeto
De cada luta guardo objeto
Do desejo outrora oculto
Ir ao paraíso é um desejo mútuo

Eterna escada a ser usada
Por aventureiros amantes
Usada e nunca amada
O desejo de ser como antes

Faz da terra o recomeço
E do céu objetivo
No céu não me reconheço
Um lugar que nunca estive

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução