segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Perto da Luz

A luz é uma fuga
A escuridão torna-se fulgaz
Mostra-me a força da chuva
E mostra do que ela é capaz

É onde vejo meus erros
É onde me envergonho
Onde me vêem por inteiro
Mas é onde não há sonhos

Falta a luz, sobra tristeza
Alegria, a luz voltou!
Da estrela, esconde a beleza
Sem luz não se nota o que resta

A luz matinal invade o quarto
Ofusca o olhar inocente no parto
Meu corpo inteiro queima
Perto da luz da paixão

2 comentários:

Ana SS disse...

As estrelas podem queimar.

Almyr Rodrigues disse...

Estrelas queimam tanto quanto o ardor da perda de brilho humana...

Seguidores

Tradução