domingo, 24 de abril de 2011

Com quem anda o Poder?

Com quem estaria o poder?
De alterar a forma de amar,
Modificar a maneira de viver,
Ir adiante, sem desconfiar...

O lado mais forte de uma ponte
Se existisse seria o meio...
É onde os rios se escondem
E os moradores, ao seu leito

O reflexo que emudece a fala
Por já te ver em mim
Todo esforço faz a imagem calar
Não foi escolha minha, viver assim

Sem perceber, me perco
São laços dos teus cabelos
As pistas que me guiam
Não me permitem o desespero

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução