sexta-feira, 3 de junho de 2011

Hoje, a noite - Amanhã, o dia

A noite que não teve dó
De permitir surgir o luar
Só, sentiu dó em me deixar... Só
E a lua ganhou outra em seu lugar

Os cenários construídos por nãos
Onde estive por longos anos
Desfazem-se frente ao amor
A beleza no fim do rancor

Do nascer ao feliz morrer
Não se tem maior alegria
Do tempo que passo em você
Mesmo que só por um dia

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução