quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Só lhe dão solidão

O quão longe estamos, bem...
Quantos segredos nos afastam?
Aquilo que nos cega é nossa própria sorte
Toda velha acende vela, que revela futuro vil

O que não acreditar, que espere ela apagar
Que no apagar, já mostra o fim de tudo
Isso não amedronta, apenas nos alerta
É sempre triste o fim, o céu sempre escuro

Durante o dia nega toda sua atração
Inibe toda rosa e aproximação
A noite quando vê que só lhe dão facadas
Percebe então que a noite é sol, solidão

Só lhe dão solidão...

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução