domingo, 8 de janeiro de 2012

Se Me For

Se minha tarde em ti terminar
E o escuro presente se tornar
Lembra que um dia amanheci
Que o sonho se foi, feliz...

Violões alados, vilões desarmados
É como eu mato o destino ingrato
De ser sozinho, de volta ao ninho
Uma mão não há pra me ajudar

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução