segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Tua escuridão, teus mistérios

E na profundidade do teu falar
Mergulhava eu sem nadar
Afogado, cedia aos caprichos
Até descobrir o que é amar

E descobrir que sabe amar
É não amar, de fato
Então descubro que nada sei
Passo então a amar, de fato

Todo esse mistério sobre nós
Toda essa sombra em mim
Anula a sombra sob mim
Uno-me então aos mistérios teus

Teus mistérios, nossas sombras...

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução