segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Depois da Guerra

Depois da guerra prometo ser São
Santo eu, depois da morte tua
Minha guerra, meus inimigos
Cansados e todos de almas nuas

Tenho sangue em minhas veias
Uso o pranto da mãe alheia
Pra lavar o sangue fraterno
Que ao meu coração incendeia

Nenhum comentário:

Seguidores

Tradução