segunda-feira, 12 de março de 2012

As Pegadas


Certos lugares jamais me terão,
Nunca pertenci como um feto à mãe
Há solos que não serão pisados
Nem tocados sob o chão



Decidi não ir mais a lugares onde minha presença é igual a minha ausência.
Há quem diga que a diferença sou eu quem faço... Mas uma boa parte é a indiferença de quem vê.

Um comentário:

Sônia Amorim disse...

com tanto espaço para se pisar e conhecer, certamente nunca pisaremos em todos eles, mas o que pudermos pisar , que seja sempre um lugar abençoado, adorei o blog, beijos

Seguidores

Tradução