quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Estrela (D)Cadente

O ar de sua graça me persegue
Tanto que me farto
Mesmo que sua presença me negue
E disso, que é quisto, fiz-me grato

Tenho dores, sinto ardores
E aos amores, apenas frases e estações
E as vivas canções
Guardo as mais ardentes

O breve de quem se atreve
O longo de quem se lança
Aquém da intensidade
Aberto a veracidade

Como se quis
Como se quer
Como há de se querer
Como se há de querer
Escolher viver
Sem saber sofrer
Sem coração
Sem canção
Descanse...
Ou desbrave,
Ame
Ou morra
Mas... Morra.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mesmo que sua presenca me negue, e negastes..E as vivas cancoes guardo as mais ardentes junto com tais momentos....Sem saber sofrer, como pedistes, morri.

Seguidores

Tradução